Importância da reabilitação pós-alta hospitalar

Importância da reabilitação pós-alta hospitalar

Até mesmo uma curta permanência hospitalar pode ter um impacto significativo na capacidade de uma pessoa andar e manter o equilíbrio, especialmente se o paciente for idoso.

Quanto maior o tempo de internação, aumenta a probabilidade da pessoa ter a função física reduzida quando sair. Isso pode significar mais dor, mais tempo de recuperação e mais chances de voltar ao hospital. 

De fato, estima-se que uma parte dos pacientes que recebem alta do hospital são hospitalizados novamente dentro de 30 dias, sendo que alguns podem enfrentar outras complicações de saúde e uma diminuição ainda maior da função física.

Embora não haja uma abordagem única para melhorar os resultados físicos após uma internação hospitalar, os pacientes cujos planos de alta incluem fisioterapia tendem a ter melhores resultados de saúde a curto e longo prazo. 

A seguir, confira alguns benefícios da fisioterapia após a alta hospitalar.

Tratamento personalizado

Os fisioterapeutas podem desenvolver planos personalizados que atendam às necessidades específicas dos pacientes. Um idoso, por exemplo, precisará de um tratamento diferente para retornar à força total em comparação com um jovem devido às variações nos níveis de condicionamento físico e massa muscular.

A fisioterapia trata de forma abrangente todas as patologias que afetam diversos aparelhos e sistemas do nosso corpo, mas principalmente o sistema musculoesquelético, restaurando a função parcial ou total, causada por cirurgia ou doença. 

Assim como o cirurgião repara a estrutura danificada, o fisioterapeuta restaura a função através de técnicas avançadas, sendo a terapia manual estrutural, tratamento facial e punção os mais destacados.

Tudo isso é feito a partir de uma visão integrada e global da pessoa, através de uma análise detalhada com o objetivo de realizar o tratamento ideal, que permita ao paciente retornar às atividades da vida diária o mais rápido possível.

Acelera a recuperação após intervenções cirúrgicas

A fisioterapia pós-operatória desempenha um papel fundamental na recuperação de um paciente. Médicos e cirurgiões prescrevem reabilitação para pacientes que estão enfrentando um período pós-operatório. 

Com um processo controlado e orientado por um fisioterapeuta, os riscos são minimizados, o paciente recebe mais cuidados e a recuperação é rápida. A fisioterapia pós-operatória atua em um momento crucial para minimizar riscos e lesões, ao mesmo tempo em que melhora o bem-estar do paciente, tanto físico quanto emocional.

Mobilidade e flexibilidade no trabalho 

Embora nem todos os pós-operatórios sejam iguais, em quase todos é preciso fazer uma pequena pausa na vida. As sessões de fisioterapia pós-operatórias têm como objetivo o retreinamento da mobilidade da área operada. Com exercícios programados de acordo com as características do paciente é possível estabelecer uma recuperação eficaz.

Acalma a dor pós-operatória

Após passar pelo centro cirúrgico, o paciente sentirá desconforto em maior ou menor grau na área intervencionada. Embora, longe do que se possa pensar, longos períodos de descanso nem sempre atuam de forma positiva. Nesse sentido, a reabilitação neutraliza e atenua a dor após a cirurgia. 

CCR – Plano de Assistência Familiar  

A CCR disponibiliza um plano que além de oferecer a cobertura do funeral, também fornece alguns benefícios para a família como o empréstimo de produtos para reabilitação (muleta, andador, cadeira de rodas, cama hospitalar, entre outros).

A CCR possui três unidades de atendimento, nos municípios de Flores da Cunha, Nova Pádua e Nova Roma do Sul. Nosso principal objetivo é disponibilizar as famílias o máximo de conforto, carinho, respeito e profissionalismo em momentos difíceis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.